SSA terá nova rede associativa com empresas de tacógrafos

Uma nova rede associativa deverá integrar, em breve, o rol de redes de negócios vinculadas ao SSA e ao Sebrae. Empresários do ramo automotivo autorizados a trabalhar com tacógrafos procuraram a entidade na última semana para tratar do assunto.

O objetivo principal da Rede Tacógrafo-CE será trabalhar para o cumprimento da legislação que rege o uso do equipamento, capaz de colher dados sobre velocidade, tempo de trajeto e distância percorrida por veículos pesados.

A falta de fiscalização é um dos grandes problemas apontados pelos empresários do setor. O uso de tacógrafo é obrigatório em veículos de carga com Peso Bruto Total (PBT) superior a 4536 kg, fabricados a partir de 01 de janeiro de 1991; transporte escolar; transporte de passageiros com mais de 10 (dez) lugares e de produtos perigosos (Resoluções CONTRAN 14/98 e 87/99).

Já houve duas reuniões para tratar do assunto na sede do SSA, ambas com a participação do presidente do SSA, Ranieri Leitão. A primeira aconteceu dia 1/2, com a presença do superintendente da AGEFIS, Marcelo Pinheiro. No dia 8, os empresários estiveram novamente na sede do SSA conversando com o vereador Benigno Junior e o articulador do Sebrae, Joviano Gonçalves.

Das 10 empresas cearenses autorizadas pelo INMETRO/INPEM a prestar serviços em tacógrafos, cinco irão compor a nova rede associativa do SSA: Truckão, Tarcovel, Tacoelétrica, CCT e Prime Tacógrafos.